Facebook Twitter YouTube RSS
+ - TAMANHO DO TEXTO

NOTÍCIAS

Início de tratamento de Câncer na região demora mais do que em outras regiões
Gabinetes Qui, 08/06/2017 - 14:01

Início de tratamento de Câncer na região demora mais do que em outras regiões

Por Dado de Oliveira
Xanxerê 07/06 –
O vereador Wilson Martins dos Santos (PSDB) não se conforma com o sistema que determina o início dos tratamentos oncológicos, no Centro de Oncologia do HRO em Chapecó. O vereador tucano, já havia se manifestado em sessões anteriores, quando apresentou uma Moção de Apelo para que a Secretaria de Saúde do Estado, agilize as filas de pacientes que precisam receber o tratamento quimioterápico no centro, mantido pelo Estado, que atende pacientes de toda a região oeste do Estado.

Durante a discussão da matéria na Câmara de Vereadores, em sessão passada, foi repassada a informação que a demora seria uma norma protocolar. Não contente com a situação, o vereador encontrou casos que, após o agendamento, passam de 60 dias para a consulta, mesmo com todos os exames comprovando a doença, sendo que o início do tratamento só se dá após esta consulta. “Isso é inadmissível, pois está se desrespeitando a Lei 12.732/12 que prevê um prazo de no máximo 60 dias para o tratamento. É angustiante para as famílias e para os pacientes esta espera, que certamente irá agravar ainda mais a doença”, declarou Wilson Martins.
Mesmo em casos que estão dentro dos 60 dias, o vereador considera os prazos de espera muito longo. “Chegou ao nosso conhecimento, que pacientes de São Lourenço do Oeste, que são atendidos pelo SUS por um Centro de Oncologia de Pato Branco, iniciam o tratamento em um prazo muito menor do que os pacientes que são atendidos por Chapecó. Porque esta diferença se o sistema de saúde é o mesmo? Isto é um absurdo e por isso estamos cobrando do Governo do Estado, que cumpra a lei e diminua estes prazos de espera”, destacou o vereador Wilson.

O vereador tucano disse ainda que muitas famílias estão vendendo o pouco que tem, para custear as primeiras seções de quimioterapia até que entrem no sistema. “Estas pessoas buscam consultas particulares com os próprios médicos que vão atende-las pelo sistema. Também de forma particular, os médicos vendem o serviço de tratamento, que não é barato, obrigando as famílias a se desfazerem dos poucos bens, que acumularam durante uma vida de luta, para poder ter o tratamento adiantado. É inadmissível e uma falta de respeito com as pessoas”, finalizou o vereador Wilson Martins dos Santos.

Na sessão desta quarta-feira (07/06), o vereador Wilson Martins apresentou um requerimento solicitando informações da Secretaria de Estado da Saúde, bem como uma Moção de Apelo para que o estado cumpra a lei 12.732/12, que estabelece um prazo máximo de 60 dias para que as pessoas iniciem o tratamento de quimioterapia ou radioterapia. As duas proposições foram aprovadas e serão encaminhadas ao Governador do Estado de Santa Catarina, ao Secretário de Estado da Saúde e ao Ministério Público de Chapecó e Xanxerê.

YouTube

2013 - 2OP DIGITAL

Câmara Municipal de Vereadores de Xanxerê
CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE XANXERÊ
RUA RUI BARBOSA, 238, CENTRO / 49 3433-0648
89820-000 / XANXERÊ-SC