Facebook Twitter YouTube RSS
+ - TAMANHO DO TEXTO

NOTÍCIAS

Vereadores investigam denúncia sobre imóvel locado omitido pelo executivo
Gabinetes Qui, 06/04/2017 - 15:30

Vereadores investigam denúncia sobre imóvel locado omitido pelo executivo

Por Dado de Oliveira
Xanxerê 06/04 –
Em fevereiro o vereador Wilson Martins (PSDB) apresentou um requerimento, que foi aprovado pela Câmara de Vereadores de Xanxerê pedindo informações sobre os imóveis locados pelo município. As informações foram enviadas pelo executivo, mas não foram absorvidas, de forma positiva pelos vereadores Wilson Martins e João Paulo Menegatti (PTB). Isso porque os vereadores receberam uma denúncia de que um imóvel, localizado na Rua Marechal Deodoro, no Bairro Colatto, estaria sendo usado para guardar materiais de construção. “Recebemos a denúncia de populares de que nesta sala, estariam materiais que seriam frutos de doações da época do tornado”, declarou o vereador Wilson Martins da tribuna da Câmara de Vereadores.

Wilson Martins disse ainda que ao receber a denúncia, ele e o vereador João Paulo (Tatu), estranharam o fato do imóvel, em questão, não se encontrar na lista de imóveis locados pela administração enviada, em resposta ao requerimento do vereador tucano.  Em uma rápida pesquisa na internet, conseguiram localizar o contrato aditivo do imóvel que está locado desde fevereiro de 2014. “É estranho que o município tenha omitido esta informação ao Poder Legislativo”, disse o vereador Tatu. Pelo contrato o imóvel seria destinado para depósito de matérias da educação.

Para conferir a denúncia, os dois vereadores foram até o imóvel para verificar a situação. Com o imóvel fechado, os parlamentares xanxerenses puderem verificar, através da janela, que no local estão depositados telhas de amianto, lâmpadas, pneus e outros materiais que não conseguiram identificar.  “É muito estranho que um imóvel que foi locado par armazenar materiais da Secretaria da Educação, estaria sendo usado para guardar telhas de amianto e outros materiais que pouco tem a ver com a Secretaria de Educação. Esta denúncia precisa ser apurada pelo legislativo, pois, se confirmada, será outra situação vergonhosa para o município”, disse o vereador Wilson Martins. O vereador apresentou um requerimento para que o Poder Executivo explique o motivo de ter omitido o imóvel, na lista enviada a Câmara de Vereadores. Se o proprietário do imóvel tem algum parentesco com o ex-secretário Dionisio Kohl? Se o material depositado no local pertence ao município e se pertence que apresente as notas fiscais? Se havia mais materiais e se foram retirados qual o destino dos mesmos? Além de outras informações que foram requeridas ao executivo.

O vereador Vilson Picolli (PMDB) se mostrou abismado com a denúncia trazida pelo vereador tucano. “Torcemos para que esta denúncia não se confirme, pois seria muito triste para o município ter mais um episódio lamentável ligado a doações para os atingidos pelo tornado. Faço questão de subscrever este requerimento, pois entendo que o município precisa dar esta resposta a população, as pessoas que trabalharam para ajudar na reconstrução e também para todos aqueles que fizeram as doações”, cobrou o vereador.

Ao final da discussão, todos os vereadores acabaram subscrevendo o requerimento que, além do executivo, será encaminhado cópia para o Ministério Público para que tome conhecimento do assunto.

YouTube

2013 - 2OP DIGITAL

Câmara Municipal de Vereadores de Xanxerê
CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE XANXERÊ
RUA RUI BARBOSA, 238, CENTRO / 49 3433-0648
89820-000 / XANXERÊ-SC