Facebook Twitter YouTube RSS
+ - TAMANHO DO TEXTO

SÍMBOLOS DO MUNICÍPIO DE XANXERÊ

Os símbolos do município de Xanxerê foram criados pela Lei SM 734/74 de março de 1974, descritos conforme texto abaixo:

BRASÃO DE ARMAS

Brasão de Armas

O Brasão de Armas de Xanxerê, de autoria do heraldista Prof. Arcinóe Antonio Peixoto de Faria, da Enciclopédia Heráldica Municipalista, é descrito em termos próprios de heráldica da seguinte forma:

Escudo samnítico emcimado pela coroa mural de oito torres de argente e iluminada de goles. Em campo de argente firmada em chefe uma roda de oito raios com aro armado de navalhas de goles. Ao termo um terrado de sinople cortado de uma faixa ondadade argente, nascentes do qual dois pinheiros estilizados de sua cor e emcimado da panóplia militar constituída por um canhão e dois fuzis de sáble acostados em um tambor de goles. Como apoios do escudo, a destra e sinistra, hastes de cana de milho ao natural, brocantes sobre torres de transmissão de sáble, firmadas em ponta em um listel de goles, contendo em letras argentinas o topônimo Xanxerê ladeado pelos milésimos " 1882" e "1954".

O Brasão, descrito em termos próprios de heráldica, tem a seguinte interpretação simbólica:

1. O escudo samnítico, usado para representar o Brasão de Armas de Xanxerê, foi o primeiro estilo de escudo introduzido em Portugal por influência francesa, herdado pela heráldica brasileira como evocativo da raça colonizadora e principal formadora da nossa nacionalidade;

2. A coroa mural que o sobrepõe é o símbolo universal dos brasões de domínio que, sendo de argente (prata), de oito torres, das quais apenas cinco são visíveis em perspectivas no desenho, classifica a cidade apresentada na Segunda Grandeza, ou seja, sede de Comarca a iluminura de goles (vermelho) das ameias da coroa mural, pelo seu significado heráldico, lembra os predicados dos dirigentes da Comuna;

3. O metal argente (prata) simboliza a paz, amizade, trabalho, prosperidade, pureza, religiosidade;

4. Firmada em chefe (parte superior do escudo) a roda de oito raios com armado de navalhas, de goles (vermelho) é o símbolo de Santa Catarina, estado a que pertence o município após longos anos de letígio com o estado do Paraná;

5. Ao termo (parte superior do escudo), o terrado de sínople (verde) lembram, as vastas campinas situadas às margens do Rio Chapecozinho - representada pela faixa ondada de argentes (prata) tendo nascentes os pinheirais estilizados de sua cor, uma característica da região, sendo que a panóplia militar representada pelo canhão e fuzis acostados de sable (preto) e o tambor de goles (vermelho) é um evocativo da Colônia Militar de Xanxerê instalada em 1882 e que deu origem a cidade de hoje;

6. A cor sínople (verde) é símbolo de honra, civilidade, cortesia, alegria e abundância - é a cor simbólica da esperança, e a esperança é verde porque lembra os campos verdejantes na primavera, fazendo esperar copiosa colheita;

7. A cor sable (preto) siboliza a prudência, moderação, sabedoria, firmeza de caráter, austeridade;

8. Nos ornamentos exteriores, as torres de transmissão de forças, lembram o aproveitamento do potencial energético das inúmeras cascatas fornecendo energia elétrica para oito municípios, as hastes de cana de milho ao natural, lembram o principal produto oriundo da terra dadivosa e fértil;

9. No listel de goles (vermelho), cor simbólica do amor - pátrio, dedicação, audácia, intrepidez, coragem, valentia, inscreve-se em letras argentinas (prateadas) o topônimo identificador Xanxerê ladeado pelos milésimos "1882" da instalação da Colônia Militar e, por conseguinte, de sua fundação e "1954" de sua emancipação política.

BANDEIRA MUNICIPAL

Dispõe sobre a apresentação da Bandeira do Município.

Bandeira Municipal

A Bandeira Municipal de Xanxerê, do heraldista Prof. Arcinoé Antonio Peixoto de Faria, da Enciclopédia Heráldica Municipalista, será esquartelada em cruz, sendo os quartéis nas cores gironadas de verde e vermelho, constituídos por quatro faixas brancas de dois módulos de largura carregadas de sobre-faixas pretas de um módulo, dispostas duas a duas no sentido vertical e horizontal, que partem dos vértices de um losango branco central, onde o brasão municipal é aplicado.

De conformidade com a tradição da heráldica portuguesa, da qual herdamos os cânones e regras, as bandeiras municipais podem ser oitavadas, sextavadas, esqualteladas ou terciadas, tendo por cores as mesmas constantes do campo do escudo e ostentado ao centro ou na tralha uma figura geométrica onde o Brasão Municipal é aplicado.

A Bandeira Municipal de Xanxerê obedece as regras gerais, sendo por opção esquartelada em cruz, lembrando nesse simbolismo o espírito cristão de seu povo. O Brasão, aplicado na Bandeira representa o Governo Municipal e o losango branco onde é contido representa a própria cidade - sede do município - a cor branca é símbolo de paz, amizade, trabalho, prosperidade, pureza e religiosidade.

As faixas brancas carregadas de sobre-faixas pretas que esquartelam a bandeira, representam a irradiação do Poder Municipal que se expande a todos os quadrantes de seu território - a cor preta simboliza austeridade, prudência, sabedoria, moderação, firmeza de caráter. Os quartéis gironados nas cores verde e vermelha representam as propriedades rurais existentes no território municipal - a cor verde é símbolo de honra, civilidade, cortesia, alegria, abundância - é a cor da "esperança" e, a esperança é verde, porque lembra os campos verdejantes na primavera, fazendo esperar copiosa colheita, o vermelho simboliza a dedicação, amor pátrio, audácia, intrepidez, coragem, valentia.

De conformidade com as regras heráldicas a Bandeira Municipal terá as dimensões oficiais adotadas para a Bandeira Nacional, levando-se em consideração 14 módulos de altura da tralha por 20 módulos de comprimento do retângulo.

HINO À XANXERÊ

Lei de criação nº JB 2243 / 96
Letra : Gabriel Garcia
Música : Gabriel Garcia

Avante Xanxerê ! Avante Xanxerê !
Campina histórica em grande evolução
ÉS um berço forte e bravo
Perseverante fizeste emancipação.
Teu governante e teu povo
Esforço unido - a meta é trabalhar
Para o crescimento do nosso município
E Santa Catarina prosperar.

Estribilho

Salve ! Salva ! Oh ! Xanxerê !
O teu pendão lembra a nossa economia
Abençoado pela Mão Divina
Que é o nosso lema, eterno guia.
Xanxerê, solo querido,
A tua origem hospitaleira e varonil
Com pecuária, turismo e agroindústrias
Partilhas no progresso do Brasil.

Oh ! Terra fértil e tão bela
Mãe generosa o alimento vem nos dar
Montes, pinhais, rio e cascata
Como teus filhos precisamos preservar.
Faz-se presente povo sadio
Arte, cultura, amor e educação
Com a natureza o clima temperado
Estenda a todo o Oeste e região.

YouTube

2013 - 2OP DIGITAL

Câmara Municipal de Vereadores de Xanxerê
CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE XANXERÊ
RUA RUI BARBOSA, 238, CENTRO / 49 3433-0648
89820-000 / XANXERÊ-SC